sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

BH Cidadania/CRAS Vila Nossa Senhora de Fátima comemora sete anos com festa para as famílias



No último sábado, 17/12, o BH Cidadania Vila Nossa Senhora de Fátima comemorou sete anos de sua inauguração e quem ganhou a festa foram as famílias. O equipamento do Aglomerado da Serra aproveitou as comemorações de final de ano para fortalecer o vínculo com os usuários. O evento proporcionou a todos lazer e diversão.

Entre as várias atividades da programação pode-se destacar a apresentação teatral e lúdica da Companhia Circunstâncias de palhaços. Eles utilizaram de brincadeiras e malabares para animar o público, especialmente às crianças. Para os adolescentes foram montadas mesas de jogos coletivos. Embalados pelas musicas do grupo de dança Viva La Dance, que é da comunidade, os idosos tomaram conta do salão.

Além disso, também foram montados estandes de fotos contando a história dos sete anos e cada serviço ofertado pelo espaço. Para finalizar, foi servida uma mesa de café da manhã com frutas, pão de queijo, bolo e etc. Ao saírem todos ainda receberam um mini panetone como lembrança.

Festa da Família fortalece o vínculo dos usuários com equipe do BH Cidadania/CRAS Santa Rita de Cássia


Criança se diverte na piscina de bolinhas Fotos: Léo Rodrigues

O Espaço BH Cidadania/CRAS Santa Rita de Cássia, no Morro do Papagaio, organizou na última quarta-feira, 21 de dezembro, uma comemoração de final de ano para os usuários atendidos pelo instrumento. Denominada a Festa da Família, teve como intuito aproximar e realizar a troca de experiências vividas neste ano entre os moradores e a equipe de trabalho do local.

Para Aline Ramos, Analista de Políticas Sociais, essa é uma oportunidade única e de grande valia para todos. “A ideia dessa confraternização é fortalecer o vínculo da nossa equipe com as famílias. Tem de haver uma proximidade dos dois lados, ou seja, essa troca de experiência é ótima para todos”, comentou.

Realizando aproximadamente 20 atendimentos diários, o CRAS Santa Rita de Cássia é muito elogiado pelos moradores do Morro do Papagaio. Uma dessas pessoas que não poupa elogios é a Dona Rosa Rodrigues, de 70 anos.

“Aqui é bom demais. Ajuda bastante à gente que passa por algum tipo de necessidade. Não sei como seria se não fossem eles para auxiliar a gente em coisas que não temos o menor conhecimento” disse a sorridente moradora.

Brincadeiras, comidas e apresentação teatral

Teatro MOBS realiza apresentação na Festa da Família
A organização do evento preparou uma programação especial para os participantes da festa. O dia começou com a apresentação de Teatro MOBS, da Secretaria de Assistência Social. Durante 15 minutos, os atores refletiram sobre a importância de conhecerem os seus direitos e do papel de extrema importância do atendimento do CRAS para as pessoas carentes.

Para as crianças foram colocadas junto à quadra poliesportiva uma piscina de bolinhas, um pula-pula e barracas de comidas com distribuição gratuita. Paulo Henrique da Silva, de nove anos, quase não ficou do lado da mãe. A todo o momento era visto no pula-pula.

“Pula-pula é muito bom. Vou brincar até o final. Minha mãe disse que ainda vou ganhar um cachorro quente”, comemorou o garoto todo suado.

Finalizando a festa a apresentação da banda Trem Chique tocou músicas natalinas e relembrou as antigas rodas musicais ao som de violão.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Centro de Saúde Carlos Chagas comemora 20 anos de serviços prestados à população

Números musicais animaram o público (Fotos-Edivaldo Silva)
Diversas atividades marcaram as comemorações dos 20 anos do Centro de Saúde Carlos Chagas localizado na Avenida Francisco Sales, 1.715, no bairro Santa Efigênia, realizadas nos dias 15 e 16 de dezembro últimos. Os usuários participaram ativamente de teatro, oficinas e artes, números musicais e ações voltadas para a educação física. O evento foi encerrado com um culto ecumênico.

 Shriley Pereira quer atrair os usuários para mais perto da unidade
Segundo a gerente do Centro de Saúde Carlos Chagas, Shirley Pereira de Almeida, as práticas ministradas tiveram o objetivo de atrair para mais perto o atendimento aos usuários que vivem em torno da unidade de saúde e também moradores em situação de rua. Segundo ela, estes projetos partem do princípio da responsabilidade de gerar os cuidados primários com essa população. "Desde o início da manhã foram realizadas atividades voltadas ao corpo como o liang gong, prática de origem chinesa que tem como finalidade o alívio de dores pelo corpo e a melhoria da mobilidade física, aula de zumba que contou com o auxilio de diversos profissionais de saúde do próprio centro e com os educadores do projeto academia da cidade", disse.

De acordo com a técnica em enfermagem, Edenia Maia, 48 anos, que integra o NASF ( Núcleo de Assistência em Apoio à Família), os atendimentos realizados com os usuários têm um viés mais humano, sem torna-lo engessado e buscando desenvolver trabalhos manuais e outras ações de bem-estar para assim criar uma maior interação entre os profissionais de saúde e os pacientes. "Às vezes alguns pacientes têm uma certa resistência em participar. Primeiro por acharem que essas sejam mais ações pontuais sobre questões relacionadas as suas doenças e, em segundo, por estarem com mobilidade reduzida e acham que não têm mais algo que os motive a sair de suas residências. Porém, após descobrirem um outro modo como são tratados o perfil de cada paciente, eles acabam se interessando mais pelas oficinas ofertadas", ressaltou.

                        Referência                                                                               

Oficina de artes fez parte das comemorações do aniversário
Ex-funcionária municipal da saúde, Denise Martins Ferreira, 61 anos, psicóloga e aposentada, atendida pelo Carlos Chagas considera que o diferencial da unidade é o atendimento com as pessoas e as interações propostas pelo centro de saúde, sendo referência na capital neste tipo de trabalho com seus usuários. Ela atuou na unidade do bairro no Gutierrez e acabou sendo transferida para a unidade de Santa Efigênia na qual mais tarde viria a se aposentar. “Porém, continuei atuando e auxiliando por diversas vezes na mesa diretora de projetos envolvidos com o Centro de Saúde Carlos Chagas. Hoje moradores e pacientes do CERSAM (Centro de Referência Saúde Metal) que estão participando das oficinas disponíveis na confraternização” pontuou Denise Ferreira.


                                                                                                  O Centro de Saúde

Os usuários participaram ativamente das atividades
O Centro de Saúde Carlos chagas iniciou suas atividades como um centro de cuidados para controle de doenças de animais em 1953, a partir daí, em 1994,com a solicitação de moradores e com a iniciativa de funcionários foi encaminhado um pedido para que este passasse a se tornar um centro de saúde que em 1996, teve sua implemente ação e sua mudança para seu atual endereço na Avenida Francisco Sales.

A unidade conta ainda com consultório de enfermaria, uma sala de observação e procedimentos de enfermagem, uma sala para atendimento social, um consultório de odontologia e uma sala de observação. Além do consultório para o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), que possibilita atendimento compartilhado entre os profissionais, atendimentos domiciliares e discussão dos casos clínicos. As ações do NASF proporcionam a construção conjunta de projetos terapêuticos de forma ampla e qualificada.

Encontro de Prevenção contra o Aedes aegypti


terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Gerência de Politicas Sociais da Regional Centro-Sul rafitica parceria com Cesam-MG

A Gerência de Politicas Sociais da Regional Centro-Sul esteve presente, no último dia 13 de dezembro, no “Café com Parceiros da Rede Socioassistencial”. O evento foi promovido pelo Centro Salesiano do Adolescente Trabalhador (Cesam-MG) e teve como objetivo apresentar um balanço das ações desenvolvidas durante o ano de 2016 e discutir o atual contexto social, político e econômico do Brasil e as grandes interferências na ação social. Foram apresentadas propostas para continuidade de parcerias durante o ano de 2017 que durante o ano somaram forças ao Cesam pela garantia dos direitos das famílias e dos adolescentes.

Na reunião foi apresentado o balanço das ações em 2016
Durante o encontro foi debatido também o alinhamento de cada entidade parceira no atendimento às famílias para que tenham consciência de seu papel de promoção social. Dentre as propostas importantes surgidas foram citadas: necessidade de melhoria na divulgação das parcerias e atuações conjuntas na captação de empresas para encaminhamento de aprendizes; necessidade de entendimento quanto ao número de vagas disponíveis e localidades que têm demanda para o atendimento; a necessidade de continuarem unidos para o atender e melhorar sempre a qualidade das parcerias e serviços a serem ofertados. 
 Foram apresentadas propostas para a continuidade de parcerias

Os parceiros

O Cesam-MG e as entidades parceiras desenvolvem ações de fortalecimento de vínculos familiares e ações de mobilização social em favor de adolescentes que são encaminhados ao mercado de trabalho. Estiveram presentes várias instituições como Coletivo Coca-Cola de várias unidades. A gerente de Políticas Sociais, Ana Paula Assunção, e a gerente de Programas Sociais, Miriam Mendes, representaram a Regional Centro-Sul. Da Prefeitura de Belo Horizonte participaram também servidores das regionais Venda Nova, Nordeste e Oeste. Participaram ainda CAC Parque das Águas do Barreiro; CRAS Vista Alegre Vila Antena; Conselho Tutelar da Regional Oeste; Programa Comunidade Viva e Projeto Atenas Cidadania Além do CRAS Parque São João de Contagem Instituto Cantinho da Vila de Betim.

Os participantes tiveram a oportunidade de conhecer a estrutura do Cesam-MG, sua história e o contexto atual. E, ao final do evento, todos ressaltaram positivamente a parceria durante o ano de 2016, reafirmando o compromisso.

Cantata de Natal das Escolas Integradas da Regional Centro-Sul encanta passageiros

As pessoas que passaram pelo Terminal Rodoviário Governador Israel Pinheiro(Tergip), no último dia 13 de dezembro, foram surpreendidos enquanto embarcavam ou desembarcavam em Belo Horizonte para as comemorações de final de ano. Aproximadamente 200 alunos do Programa das Escolas Integradas da Regional Centro-Sul, realizaram pelo segundo ano consecutivo a cantata de Natal. 

O evento teve início com uma rápida abertura feita pelo gerente de Educação da Regional Centro-Sul, José Wilson. Segundo ele, foi uma excelente oportunidade para entreter quem passa horas esperando ônibus. Em seguida, uma banda de percussão e flauta da Escola Municipal Vila Fazendinha apresentou a famosa composição Bolero de Ravel. Posteriormente, os cerca de 200 alunos se posicionaram e encantaram a todos ao entoarem músicas de artistas como Simone, os grupos Tribalistas e Roupa Nova. 

O programa disponibiliza ao aluno, que fica na escola em tempo integral, diversas atividades extracurriculares como oficinas de canto, teatro, música, dança, esporte, entre outros. Na avaliação da acompanhante pedagógica do Programa Escola Integral da Regional Centro-Sul, Mônica Rios, a cantata na rodoviária foi positiva. “O local foi apropriado, proporcionando a integração do público com os estudantes. Foi muito bacana ver as pessoas chegando, fotografando e aplaudindo a bonita apresentação”, pontuou. 



Emoção

Para a usuária do terminal rodoviário, Maria da Consolação, que aguardava o momento de embarcar com a família para o interior de Minas, foi uma apresentação emocionante. “O que eles fizeram aqui deixa qualquer um emocionado. Me veio à cabeça alguns momentos que vivi com a minha família. É muito bom relembrar esse tempo bom, melhor ainda é saber que vou encontrá--los daqui a pouco”, comentou. 

A aluna da Escola Municipal Maria das Neves , Larissa Rafaela, de 11 anos, foi além ao dizer que a apresentação também é uma forma de lembrar para as pessoas a importância do Natal. “Natal não é só ganhar presentes. É saber que essa data marca o nascimento de Jesus. Espero que a nossa apresentação de consiga alegrar e divertir quem vai viajar para encontrar os seus parentes”, disse.  

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Rodoviária é palco da 2ª Cantata de Natal das Escolas Integradas da Regional Centro-Sul


Pelo segundo ano consecutivo, a Regional Centro-Sul, por meio da Gerência de Educação, realiza hoje a Cantada de Natal das Escolas Integradas. Dessa vez, o local escolhido foi o Terminal Rodoviário Governador Israel Pinheiro (TERGIP), Praça Rio Branco, nº 100, Centro. O evento está marcado para começar às 15h30.

Para esse ano, a organização preparou uma programação especial. Para abrir o evento uma banda de percussão e flauta da Escola Municipal Vila Fazendinha irá tocar Bolero de Ravel. Em seguida, alunos de 15 escolas municipais da regional formam um coral para apresentar musicas natalinas para o público.

As escolas municipais participantes desta edição são: Benjamin Jacob, Caio Líbano Soares, IMACO, Marconi, Maria das Neves, Mestre Paranhos, Paulo Mendes, Presidente João Pessoa, Santo Antônio, Senador Levindo Coelho, Theomar de Castro Espíndola, Ulysses Guimarães, Vila Fazendinha, Edson Pisani e Padre Guilherme Peters.